Associe-se agora

Bienal Brasileira de Design 2010 recebe chancela da Lei Rouanet

A Bienal 2010 aposta no acesso democrático: a programação inclui espaços variados em Curitiba, como a Rua XV de Novembro (acima), o Museu Oscar Niemeyer, as estações tubo dos ônibus ligeirinho e as instalações da Fiep (da esq. para dir.).

A proposta da Bienal Brasileira de Design 2010, que acontecerá em Curitiba, é fazer a cidade respirar inovação a partir de setembro deste ano. Para concretizar esse projeto ousado, o Centro de Design Paraná e a Federação das Indústrias do Estado (Fiep), organizadores do evento, conquistaram no final de 2009 um apoio fundamental: o Ministério da Cultura (Minc) chancelou a iniciativa por intermédio da Lei Rouanet (nº 8.313/91 – art. 18).

Essa legislação institui o Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), que oferece a empresas a possibilidade de deduzir do imposto de renda 100% do investimento por elas dedicado a propostas culturais em todo o Brasil. Duas empresas já estão na posição de patrocinadores da Bienal 2010: a Fiat Automovéis e o Banco Santander. A expectativa é encontrar outros parceiros, por intermédio de cotas de patrocínio negociáveis.

Se o design sozinho, por ainda estar ausente do planejamento estratégico de muitas empresas brasileiras, não convence a patrocinar o evento, há uma preocupação global que permeará a Bienal: a sustentabilidade ambiental. Com o tema “Design, Inovação e Sustentabilidade”, o evento pretende refletir em mostras, fóruns, seminários, workshops, ações interativas e culturais sobre como projetar, produzir e consumir bens, satisfazendo as demandas atuais, sem comprometer o futuro do planeta.

Outro filão é a visibilidade: a Bienal 2010 será um evento de repercussão internacional, que espera receber 250 mil visitantes, entre espaços tradicionais e inusitados – estão no roteiro desde o Museu Oscar Niemeyer, projetado pelo próprio arquiteto, até a Rua XV de Novembro, primeiro calçadão exclusivo para pedestres do país, de alta circulação diária de pessoas. A proposta é atingir não apenas designers e profissionais de áreas afins, mas a comunidade em geral. Além disso, a expectativa é que 500 mil internautas naveguem nas exposições virtuais.

Com curadoria geral de Adélia Borges, a Bienal Brasileira de Design 2010 é uma iniciativa do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e do Movimento Brasil Competitivo (MBC). Mais informações: www.bienalbrasileiradedesign.com.br

Parcerias da Prodesign>PR

© 2010 ProDesign>pr • Associação para o Design do Paraná
Topo